Imagem capa - Como tudo começou por Agridoce
A fotografia nos escolheu

Como tudo começou


Muita gente me pergunta como de repente eu virei fotógrafa, abri uma empresa e saí por aí fotografando casamentos. Essa é uma história longa, começou lá em outubro de 2014, quando eu tinha 14 anos e comecei a fazer uma oficina de fotografia pra amadores. 

Minha professora, Letícia Faria, gostou bastante de mim e resolveu me chamar pra ir num casamento com ela pra aprender e ver como é ser fotógrafa na prática (eu nunca entendi como ela gostou tanto de mim hahah). Depois desse casamento, tiveram vários outros, e cada vez mais eu fui me apaixonando pela área, e sim, eu só segurava umas bolsas, às vezes um monopé, e quando sobrava alguma câmera, eu tinha a honra de poder fazer algum clique (quase sempre aleatório e que nunca ia pras fotos selecionadas na pós produção). 

E eu amava cada um daqueles casamentos, amava poder ver como uma foto era feita, como era pensada, e amava mais ainda ver tudo pronto, editado.

Tudo que eu sei, eu aprendi observando. Nunca fiz um curso de edição (todas as fotos da Agridoce em 2017 foram editadas por mim rs), nunca tive um passo a passo de como fazer uma foto da aliança, do beijo do casal, do ensaio pós cerimônia, mas hoje, com muita modéstia, posso dizer que sei fotografar, sei registrar um sorriso sincero e muito amor no olhar de cada um, e é só isso que importa, né?

Ja me peguei diversas vezes imaginando como vai ser ganhar prêmios, palestrar por aí, e nossa, deve ser incrível! Mas incrível mesmo é ter vindo até aqui, estar presente e aproveitar essa oportunidade maravilhosa que recebi. 

Hoje a Agridoce está em busca de mais uma Gabrielle perdida por aí, com sangue nos olhos pra aprender e muito amor pela fotografia, porque nem sempre são só flores, mas sempre é sobre amor!